sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Aquele sobre mim e a fotografia..

*

A paixão pela fotografia invadiu meu coração de vez, fazendo com que eu movesse mundos e fundos em busca de uma câmera digital nova e um pouquinho melhor do que a que eu tinha até o início de 2009, por causa do scrapbook digital (e só consegui à cam nova graças à uma grande amiga, que prefiro não revelar o nome para preservá-la, pois ela mesma não gosta de espalhar por aí que de vez em quando quebra certos galhos praZamiga... mas quando ela ler vai saber que o agradecimento é pra ela)...  mas admiradora de fotografia eu sempre fui... desde muito nova, sempre gostei de ver álbuns de fotos... principalmente de família... minhas fotos favoritas era... (na verdade, ainda são) as da minha mãe quando era mais nova... afff que minha mãe era mais linda ainda do que é hoje... tinha um sorriso tão delicioso e contagiante, que ficar olhando pra ela sorrindo na foto faz parecer que todo o sofrimento pelo qual ela já passou na vida não foi nada mais do que um sonho ruim... apesar de ter sido tudo real... E mesmo essas fotos sendo bem velhinhas e serem todas marcadas pelo tempo... elas significam muito pra mim! Essa, abaixo é a foto da minha mãe que eu mais gosto... Ela tinha entre 20 e 22 anos de idade... Adoro esse sorrisão dela... e não sei porque (ahan), mas me enxergo quando olho essa imagem... (obs. não faço idéia de porque minha mãe cortou a foto, mas tenho um palpite: meu pai estava ao seu lado :P)


Amo também as fotos em que estamos eu e meu irmão juntos... a maioria delas (se não todas), é de uma única fase... quando eu tinha aproximadamente um aninho e ele aproximadamente cinco anos... crescemos separados até os meus nove anos de vida, por isso, talvez, era tão bom (e ainda é) ver essas fotos de nós dois juntos... Minha favorita é essa abaixo... nem sei dizer porque, mas gosto muito mesmo dela... foi tirada em frente à casa que morei em São Paulo... não sei se nessa época ele ainda morava com a gente ou se estava só passando férias... sei que ele veio morar com meus avós em Uberaba, quando eu ainda era muito nova, e eu fiquei lá em São Paulo até meus nove anos...


Só no ano passado comecei a me interessar pela fotografia enquanto técnica... isso começou quando passei a prestar atenção em algumas fotos com o fundo desfocado e aí fiquei louca pra fazer igual... a Aninha Amorim me ensinou, eu aprendi e acho que depois disso, por um certo tempo e até o início deste ano de 2011, a fotografia enquanto técnica não me atraiu mais... como eu disse... até o começo desse ano, quando marido resolveu que queria brincar de fotografar e comprou uma câmera pra ele... passamos então a conversar sobre fotografia... ele contava os interesses dele... eu contava os meus e blablabla vai... blablabla vem... me rendi ao interesse por técnicas de fotografia também... porém, como eu sou apaixonada mesmo é pela fotografia enquanto momento registrado... a vontade de aprofundar mais sobre a fotografia enquanto técnica me veio, pensando em conseguir tirar fotografias enquanto arte...

Mas que lance louco é esse, Ranne, de fotografia enquanto arte, fotografia enquanto momento registrado e fotografia enquanto técnica????

Então... sei que isso não faz o menor sentido, que não são características a serem atribuídas quando se trata de fotografia... mas foi o jeito que eu achei de diferenciar os "Qs" na foto... Enquanto conversávamos, marido e eu, percebi que temos valores diferentes numa foto e foi aí que essas classificações nonsenses surgiram na minha cabecinha louca... mas então tá... sobre nossos valores quando o assunto é fotografia:

Ele se liga em técnica... naquela coisa de a foto estar "limpinha"... sem nenhuma granulação, não embaçada, com a luz perfeita e etc... etc... etc... Em consequência disso, suas fotos favoritas são, na maioria das vezes, de paisagens... envolvem flores, folhas, frutos, gotículas minúsculas (quase microscópicas) de orvalho, insetos multicoloridos... pequenos objetos coloridos... composições interessantes de ambientes... e coisas do gênero... Marido tem zica quando vê uma foto com granulação, embaçada, com má iluminação, etc... mesmo se for o próprio filho dele, o personagem na foto... se tiver defeito técnico ele não gosta e pronto... prefere a imagem limpinha, criativa e fiel de uma florzinha... do que uma imagem granulada ou embaçada do filho com o sorriso mais lindo do mundo!!! Essa foto, à seguir, foi tirada por ele, com a Canon A2000 IS (pois é... compacta e bem limitada),  que ele comprou recentemente... tá adorando o brinquedinho... pena que goste de brincar com flores, folhas, insetinhos e prendedores coloridos de roupas :P ...



Eu gosto mesmo é do momento vivido... aquele que não volta... e em consequência disso, minhas fotos favoritas são aquelas de criança chutando bola na grama, de vovós assoprando velas de 110 anos, de mamães amamentando seus rebentos, de noivas sádicas arremessando seus buquês causadores de discórdia e melhor ainda... das neuróticas em busca desse objeto de desejo cada vez mais raro no mercado... eu gosto do abraço inusitado, da cara horrorosa de choro compulsivo do formando... e se em qualquer um desses casos a foto estiver meio borrada, um cadinho embaçada, com uma granulaçãozinha básica, ou qualquer defeitinho técnico possível de existir, isso não me importa... porque eu gosto mesmo é do momento vivido... aquele que não volta... e que só será possível reviver visualmente, inclusive com detalhes preciosos... através de uma fotografia, ou de um vídeo... porque aquele momento... aquela criança jogando aquela bola naquela grama já foi... não vai ser de novo porque aquela criança cresceu... aquela grama se renovou e aquela bola se já não estiver murcha muito provavelmente já terá sido reciclada... Amo essa foto que tirei do Maurinho em julho do ano passado... mesmo ela não tendo quase nada no que tange à qualidade técnica... não ligo pra isso... porque daqui há alguns anos, o que vai ser importante mesmo, é esse momento registrado... da criança... da grama... da bola...



Li uma entrevista feita pela fotógrafa Lisiane Mellegari, em seu blog, com a também fotógrafa Carol Avon (se você gosta de fotografia, sugiro conferir essa seção de entrevistas no blog da Lisiane... tá bastante versátil e você pode conhecer vários estilos)... e achei que uma das falas da Carol na entrevista conseguiu traduzir perfeitamente o que tentei dizer acima:

"[...] pra mim, a fotografia tem que mostrar emoção, não somente técnica. Vejo muitos profissionais se perderem em meio a técnicas e acabam deixando o mais importante de lado, que é a emoção."

                                                                                                                                    ---- Carol Avon----


*\O/* ARRASOOOOOOOOOU CAROL!!!!! *\O/*

Por isso essa minha "categorização" independente e sem sentido da fotografia... à partir do interesse do marido, que fez voltar a tona o meu interesse, comecei a passear por um monte de blogs de fotógrafos profissionais, amadores, iniciantes, caseiros e até de não fotógrafos, amantes de fotografia... nos muitos blogs que encontrei por aí, percebi que algumas pessoas fotografam pensando só na técnica, outros fotografam pensando só no momento registrado e então pensei que se eu começasse a me esforçar pra aprender técnicas bacanas, quem sabe, poderia melhorar, mesmo que só um pouquinho, minhas fotos de momentos vividos...

Percebi nas minhas andanças virtuais, que infelizmente, são poucos os fotógrafos que conseguem essa maravilha... e é essa maravilha: a capacidade de unir técnica com momentos realmente importantes na vida de uma pessoa (porque vão me desculpar os amantes da joaninha em cima da folha verde com a gotinha de orvalho do lado, mas aquela joaninha alí, baby, se é importante de fato, pra alguém, só se for pra algum inseto predador comedor de joaninhas... e tenho certeza de que pra esse, com foto ou sem foto, aquela joaninha será o prato principal de uma das suas refeições), que eu chamo de a VERDADEIRA ARTE DE FOTOGRAFAR... isso que, pra mim, é a fotografia enquanto arte e é isso que eu quero tentar aprender...

Então... se como me mostraram alguns poucos fotógrafos/as (além da Carol, posso citar Daniel Nobre, autor do blog Cravo e Canela como um desses raros marotos), é possível unir uma boa técnica à um bom momento, eu quero aprender, e por isso, começaria no dia 13/02, um curso básico (basicãaaaaaaaao mesmo) de fotografia no SENAC daqui de Uberaba... o curso oferece somente aquilo que é preciso pra começar... mas afinal de contas, estou eu começando, não é mesmo? E tem também o fato de que não quero ser fotógrafa profissional, quero mesmo é melhorar minhas fotos domésticas, então acho que pra mim, já estaria valendo esse curso básico mesmo... Depois de uma avaliação do curso, feita gentilmente pelo fotógrafo Paulo Pampolim, decidi fazer o curso... ou melhor... decidimos... porque marido faria o curso comigo e eu tava achando isso lindo porque teria mais motivação tendo alguém com quem praticar a fotografia... com quem conversar sobre o assunto, etc... mesmo que cada um tenha um interesse... mesmo com valores diferentes... mesmo assim...

Acontece porém que eu tive alguns problemas financeiros no mês de janeiro... nada grave à ponto de eu ter que assaltar um banco rs... mas problemas que não me permitem gastar com nada mais além das necessidades domésticas por pelo menos três meses... até o início de maio, mais ou menos, estarei meio restrita financeiramente e tive que abrir mão do curso esse ano... mas a boa notícia é que todo ínicio de ano o SENAC abre esse curso... então marido e eu já estamos nos programando pra fazer ano que vem!!! E nem estou sofrendo com o adiamento pois se tem uma coisa que os acontecimentos de 2010 me ensinaram foi que, no fim das contas, ter paciência sempre vale a pena e é sempre a melhor escolha!

Nesses 12 meses que terei que aguardar pra poder fazer o curso, pretendo ir fuçando nos blogs sobre fotografia... lendo a respeito da arte e me virando pra aprender algumas técnicas dessa forma... sei que esse método de estudo e aprendizado não vai me dar um título de fotógrafa profissional e nem me habilitar a ser uma... mas como eu disse acima... não estou interessada em usar a fotografia como profissão, mas sim como hobby, o que na verdade já faço... e creio que aprender mais a respeito, independente do método utilizado, seja uma forma de melhorar ainda mais minhas fotos e valorizar esse meu hobby... acho que não tem nada melhor do que aprender algo com prazer e exercer isso de forma livre e sem compromisso com ninguém além de mim mesma!

Se alguém quiser indicar bons blogs, sites, artigos ou qualquer material à respeito, eu ficarei muito grata com a ajuda!!! ^^

5 comentários:

  1. mto legal esse post amiga, não sabia dessa sua piaxão por fotografia, acho o máximo quem consegue unir técnica com emoção, adoro fotos, mas não tenho nehum dom para manipular uma maquina, hehehe. Bjus e bom finde.

    ResponderExcluir
  2. ai, amiga, eu soun alucinada por fotografia... to inclusive preparando um post pro blog p dizer dessa nova fase minha.... fiz um curso, me inscrevi p fazer outro sobre ensaios fotográficos..affff consegui comprar com ajudo do léo a camera que eu queria e ja to querendo comprar outras lentes... eu fuço demais na net e comprei livros e revistas sobre isso..aff to enlouquecida e desejando tanto que dê certo.... pois é, faz curso pela net mesmo que tem um monte de ótimos! ql é tua câmera? Na universidade feminina, tem :
    http://www.bolsademulher.com/cursos/curso/fotografia_digital
    e se ir digitando no google acha outros, além de assinar os blog dos caras ninjas da fotografia..isso td te dará já um bom conhecimento do assunto e pode esperar que vai se apaixonar mais ainda!
    vou ver se te mando os links do que assino!

    bjks

    ResponderExcluir
  3. Muito legal né guria,ai to fissurada nessa onda tbm, são meus projetos para 2011,aqui tem varios cursos abrindo constantemente, mes nem tinha pensado no SENAC, vou la dar uma olhadinha também, pelo menos meio passo andado você ja tem que é a camera,logo logo comprarei a minha tbm, rsss, beijos no coração, seeu souber de algo te digo..

    ResponderExcluir
  4. Ranne...

    Fotografia é tudo de bom mesmo né?
    Adorei o post.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Amiga, arrasou no post, eu sou apaixonada por fotografia e não vejo minha vida sem ela. Pra mim o gratificante é ver o cliente se emocionar com as imagens que eu captei e ver que realmente aqielas imagens revivem as emoçoes do momento.
    Quanto ao curso basico de fotografia, ja que o SESC proporciona todos os anos, logo vc faz, pois os anos tem passado cada vez mais rapido mesmo...
    Tem um curso online da Fotografia DG, me lembra que te passo o link depois, é super bem explicado, vc vai amar.

    beijos e sucesso durante este ano.

    ResponderExcluir