terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Aquele sobre um passeio quase furado

*
Tá bem... deixei a preguiça de lado e cá vim, pra contar do quase fiasco em que eu e marido nos metemos no dia 16 de janeiro de 2010... O que tínhamos programado ser um passeio romântico, quase vira uma jornada de 24 horas de puro estresse...
Há algum tempo planejamos ir à uma pousada... Na zona rural aqui de Uberaba tem algumas... não muitas, mas de pelo menos quatro já ouvi falar... Como apesar de não pertencermos à classe econômica D, não dispomos de rios de dinheiro para gastar, escolhemos uma mais em conta... que cabia nas nossas possibilides orçamentárias... Não vou dizer o nome do lugar pois acho meio deselegante, mas começa com "Ha", termina com "Bê" e tem um "Ran" no meio... enfim... pouco antes de chegar à pousada, percebi que tínhamos esquecido as pilhas da cam... isso até parecia um sinal... insisti com marido que queria voltar para buscar as pilhas pois seria uma judiaria não ter fotos de um lugar tão bonito (e o lugar é realmente bonito)... marido meio que com cara de poucos amigos sugeriu que chegássemos à pousada, nos acomodássemos e depois sim voltássemos para buscar a cam... ok...
chegando lá, marido pegou a chave do quarto, nisso fiquei no carro esperando... estava me amaldiçoando por ter esquecido as pilhas em casa, enquanto ele ia até o quarto organizar "algumas coisas"... por algumas coisas lê-se o primeiro fiasco: o quarto que o pessoal da pousada chamou de "melhor quiosque" não tinha cama de casal, e ele foi com a funcionária do local juntar duas camas de solteiro pra que eu pudesse dormir... já deu pra sentir o drama que a coisa seria né? (seria, se estivéssemos dormido lá, pois obviamente desistimos do passeio furado)...
Certo... até então eu ainda não havia desistido da pousada, pois quando fomos visitar, disseram que lá tem hidromassagem, ofurô e alguns passeios temáticos que me interessaram... então pensei que se fosse o caso, era só jogar os colchões de solteiro no chão e pronto... já daria pra fazer uma festinha...
Acontece que, pela estrada afora, enquanto voltávamos para buscar as pilhas da cam rolou o diálogo:

Ele: - Nossa, no quarto só tem duas garrafas dágua naturais, não tem frigobar...
Ela: - Mas e a hidromassagem, você achou boa?
Ele: (pausa loooooooooooooooonga)... -Ué, não tem hidromassagem no quarto...

Deu pra sentir o segundo fiasco né? A hidromassagem à qual se referiam era apenas UMA para TODOS que estivessem alojados... uma hidromassagem coletiva... e se a hidromassagem era assim, você acha que o ofurô também não era...

Aí não deu né gente? como diz o ditado... sou pobre mas sou limpinha... pelo amor de tudo o que é coisa... hidromassagem coletiva????
Pior do que isso só se na porta do quarto que dormiríamos houvesse uma rede com um senhor deitado nela todo folgadão...
Então já não faltava mais nada pra piorar a coisa, porque quando eu já estava determinadíssima a desitir do passeio... aliás, já até tinha comunicado ao marido essa decisão, ele me conta que na porta do quarto tinha exatamente isso que eu descrevi acima... uma rede, com um senhor todo folgadão deitado nela!!
Bastou...
Por sorte o pagamento não era adiantado, nem voltamos na pousada... optamos por jantar fora, fomos a uma pizzaria maravilhosa que tem no Shopping Uberaba... comemos rodízio, eu tomei chop e marido ficou só na água natural mesmo... depois disso fomos assitir Sharlock Holmes, um filme maravilhoso que em muito recomendo o enredo e toda a trama... amei... e pra fechar muito bem a noite, passamos-na inteirinha no Garden Motel... se não o melhor, um dos melhores aqui da cidade... ficamos numa suíte linda, super romântica e no começo do dia um café da manhã maravilhoso!
Amei o passeio... foi ótimo... no domingo meu filho ainda ficou com a minha mãe, então a gente pode curtir em casa juntinho... só nós dois... coisa raríssima de acontecer!
Bem... quis compartilhar a enrascada em que eu e marido quase nos metemos... sei lá, no fim das contas deu tudo certo e acabamos rindo de tudo isso... acho que por isso achei legal compartilhar com vocês!

Até o próximo post!

10 comentários:

  1. Nossa vcs escaparam de uma furada mesmo, ainda bem que perceberam antes.
    Agora enquanto eu lia o post ficava imaginando a cena: hidromassagem coletiva...rede, com um senhor todo folgadão deitado nela. Só rindo mesmo kkkkkkkk
    Ainda bem tudo terminou bem e vc poderam curtir muiito. Brigada pela dica do filme acho que vamos ver esse finfi :)
    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Que história Ranne, rsrs... mas o importante é q vcs conseguiram salvar o passeeio romantico! Isso é muito bom.

    ResponderExcluir
  3. mais legal é que o improviso deu certo, fico feliz por você! beijo Regi

    ResponderExcluir
  4. kkk ai amiga, morri de rir, mas na hora deve ter dado muita raiva né? Nojento ter que ficar numa hidro coletiva! Em que mundo estamos? Mas ainda bem que tudo acabou bem!

    ResponderExcluir
  5. bendita pilha esquecida, pois se não fosse isso, a furada seria bem maior........só faltou descrever que vez ou outra, aparece nesses quiosques, um gambá, penetra querendo arrumar um cantinho pra dormir kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkkkkkk adorei o post Ranne, super descontraído apesar da furada em q se meteram, afff... mas que bom q deram a volta por cima e acabaram tendo um super final de semana a dois, é tão gostoso esse tempinho só para o casal, vcs merecem!
    Beijos e adorei seu bom humor!

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkk inevitável não rir hahaha só pq vcs não se meteram nisso, né! ainda bem que escaparam! hahahaha Adorei a história! Não podia ser melhor a noite!!!

    bjkssss

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkk... ai acho que esse era "o dia dos passeios de índio"... amei a história, mas gostei muito mais do final...
    Bjks

    ResponderExcluir
  9. Só agora pude vir ler o post, Rannoca! E pouuuuuutsss (kkkkkkkkk), que meleka! Ainda bem que deu pra curtir no final das contas, né? Não dava pra perder a oportunidade de estarem um pouco a sós! hehehehe
    Adorei o post!
    Beijoooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  10. Santa pilha, hein??? Apesar de tudo, o que vale são as boas risadas no final... ainda bem que conseguiram aproveitar! bjus

    ResponderExcluir